Lucas Vergílio é eleito presidente do Sincor-GO
Com 99,32% dos votos, Lucas Vergílio foi eleito presidente do Sincor-GO, para o quadriênio 2018-2021.  mais>>...
“Corretor é essencial para o mercado”
No programa “Palavra de Presidente”, da TV CQCS, o presidente do Sindseg-RS, Guacir Bueno, destaca a importância do corretor de seguros. “Ele é imprescindível”, disse.  mais>>...
PL 3139: corretores devem lotar a Câmara em nova batalha
Está marcada para esta quinta-feira (09/11) a primeira das duas audiências públicas  mais>>...
O divórcio pesa sim no seguro do carro
Levantamento aponta diferença de até 19% no preço da apólice entre motoristas divorciados e solteiros

ma pesquisa realizada pelo site de cotação e venda de seguros ComparaOnline constatou que os motoristas divorciados levam desvantagem em relação aos solteiros quando o assunto é seguro de carro. Quem saiu de um casamento chega a pagar até 19% mais no preço da apólice.  mais>>...

Joaquim Mendanha deve assumir a Susep
O presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros de Goiás, Joaquim Mendanha de Ataídes, deve assumir a Superintendência de Seguros Privados (Susep), em substituição a Roberto Westenberger, de acordo com informações da Agência Estado.
Além da presidência do Sincor-GO, Mendanha também é diretor secretário da Fenacor. Antes dele, o empresário André Gregori também havia sido cotado para o cargo, pois uma mudança era esperada por conta da mudança de Governo. Westenberger ocupa a superintendência da autarquia há dois anos e foi um defensor da modernização da Susep. Ele defendeu a criação de uma diretoria de conduta, pois acreditava que a atuação da autarquia está defasada em relação ao desenvolvimento do mercado no Brasil e também às práticas internacionais.  mais>>...

SEGURO DPVAT Recessão reduz as vítimas do trânsito
Pela primeira vez desde 1986, quando foi criado o seguro obrigatório para acidentes de trânsito, o montante de indenizações pagas registrou, em 2015, retração de 15% em relação ao ano anterior. A queda revela um efeito colateral positivo de algo nefasto: a recessão. Muitos brasileiros deixaram de dirigir veículos próprios, principalmente os de duas rodas, que se destacam no número de batidas. As motos representam 22% da frota nacional e 89% das indenizações.

Os dados são da Seguradora Líder, administradora de um consórcio de 78 empresas e responsável pelo seguro, cujo nome oficial é Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). A queda maior foi nas indenizações em caso de morte: 19%. As resultantes de despesas médicas recuaram 18%. As ocasionadas por invalidez permanente se reduziram em 13%. “Um dos fatores que contribuíram para essa mudança foi a crise econômica e a consequente redução no crescimento da frota de veículos, principalmente motocicletas”, afirma Ricardo Xavier, diretor-presidente da Líder. Outro fator, ele ressalta, é o fato de que, desde 2009, a companhia intensificou as campanhas para evitar acidentes.  mais>>...

BRASILEIROS NÃO SABEM SE PREPARAR PARA APOSENTADORIA
Seis em cada dez brasileiros, cerca de 64%, não se preparam corretamente para a aposentadoria. É o que aponta um levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), que ressalta a falta de recursos para a previdência privada como um dos motivos, com 32,7%. Já o desconhecimento de como começar a poupar figurou em 2º lugar, com 19,6%.

De acordo com a pesquisa, 74,1% das pessoas contribuem para o INSS, através da empresa ou como autônomo. A poupança é uma preparação para a aposentadoria para 19,2% dos entrevistados, já a previdência privada por apenas 6,2% e investimentos em imóveis por 6,1%. O valor médio mensal aos contribuintes da previdência privada corresponde a R$ 258 e vem sendo feito há oito anos, em média.

Para a economista-chefe do SPC, Marcela Kawauti, os dados são preocupantes. “As pessoas não pensam que no futuro terão uma redução de renda, quando pararem de trabalhar. E quanto mais velho, mais caros são os planos de saúde e é maior a necessidade de remédios caros   mais>>...

Seguro Dpem não é mais obrigatório
A Susep informou, com exclusividade ao CQCS, que, até o momento, não há qualquer seguradora que ofereça o seguro obrigatório de embarcações (Dpem), para comercialização. Por essa razão, conforme previsto no §4º do art.14 da Lei nº 8.374/ 1991 (incluído pela Medida Provisória 719, de 2016), a autarquia já informou à autoridade competente (Marinha do Brasil) a falta da oferta do referido seguro. Da mesma forma, esta autarquia prestará informações à Marinha, quando o seguro Dpem voltar a ser oferecido”, esclareceu a Susep, através de sua Assessoria de Imprensa.  mais>>...
Mudanças políticas reforçam expectativas no mercado de seguros
De acordo com a edição de maio da Carta de Conjuntura do Setor de Seguros, publicação mensal assinada pelo Sincor-SP (Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo), ainda que a situação econômica do País apresente um grande grau de instabilidade, a aprovação do processo de impeachment e um novo governo, ainda que interino, permitem reforçar as expectativas da retomada do crescimento.

Para o presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, o fato de que alguns indicadores econômicos já apresentaram melhora, sinalizando e antecipando uma possível diminuição no grau de incerteza da economia, já é um ponto favorável. “O comportamento do dólar comercial e as taxas de inflação pertencem a esse grupo”, exemplifica.  mais>>...

PREVIDÊNCIA PRIVADA CRESCEU 5,7% NO 1º TRIMESTRE
Planos individuais foram os que mais receberam recursos e fecharam o período com R$ 19,1 bilhões em novos investimentos

Os aportes a planos abertos de caráter previdenciário (que incluem os PGBLs e os VGBLs) somaram R$ 21,5 bilhões no primeiro trimestre, registrando expansão de 5,7% frente aos primeiros três meses do ano anterior. A captação líquida (diferença entre depósitos e resgates) no período foi positiva em R$ 8,1 bilhões.

Os dados são da FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), que representa 69 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país. “A captação líquida de março segue positiva, o que mostra o compromisso do participante com a constituição de reservas de longo prazo”, avalia Edson Franco, presidente da FenaPrevi.

O balanço mostra também que o sistema r  mais>>...

PREVIDÊNCIA PRIVADA CRESCEU 5,7% NO 1º TRIMESTRE
Planos individuais foram os que mais receberam recursos e fecharam o período com R$ 19,1 bilhões em novos investimentos

Os aportes a planos abertos de caráter previdenciário (que incluem os PGBLs e os VGBLs) somaram R$ 21,5 bilhões no primeiro trimestre, registrando expansão de 5,7% frente aos primeiros três meses do ano anterior. A captação líquida (diferença entre depósitos e resgates) no período foi positiva em R$ 8,1 bilhões.

Os dados são da FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), que representa 69 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país. “A captação líquida de março segue positiva, o que mostra o compromisso do participante com a constituição de reservas de longo prazo”, avalia Edson Franco, presidente da FenaPrevi.

O balanço mostra também que o sistema r  mais>>...

Santander e Hyundai se unem para formar banco e corretora de seguros
O Santander Brasil firmou acordo para formar uma joint venture com a Hyundai a fim de constituir o Banco Hyundai Capital Brasil e uma corretora de seguros, informou em comunicado nesta sexta-feira (29).

Subsidiária do Santander, a Aymoré Crédito, Financiamento e Investimento terá 50 por cento da joint venture, enquanto a Hyundai Capital terá 25 por cento e a Hyundai Motor Brasil terá os 25 por cento restantes.

A corretora de seguros fornecerá produtos e serviços financeiros para o financiamento de automóveis e de corretagem de seguros para os consumidores e concessionárias da Hyundai no Brasil.

A conclusão da operação está sujeita à obtenção de autorização de reguladores.

Fonte: Priscila Jordão, Reuters Brasil  mais>>...

Dpem: Susep propõe novas regras para atrair seguradoras
Em mais uma medida que visa a atrair seguradoras para o seguro Dpem, a Susep vai promover novas mudanças das normas que regulamentam essa modalidade. Nesta quarta-feira (13/04), a autarquia colocou em consulta pública uma minuta de resolução do CNSP que consolida as regras vigentes e estabeleceu o dia 22 de abril (sexta-feira) como o prazo limite para o envio de sugestões, através de e-mails para cgpro.rj@susep.gov.br ou coest.rj@susep.gov.br.  mais>>...
Segurobras irá administrar fundo do seguro Dpem
O Governo publicou na edição desta quarta-feira (30) do Diário Oficial da União a Medida Provisória 719/16, que dispõe, entre outros temas, sobre o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por embarcações ou por sua carga (Dpem). A norma permite que a Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) conhecida como Segurobras, administre o fundo garantidor para operações na carteira.  mais>>...
Para Refletir – Um enorme coração
Amar o próximo como a si mesmo é preceito evangélico exaustivamente repetido. Acontece que, quase sempre, não sabemos exatamente o que significa.

Como demonstrar amor ao próximo? Às vezes, marcamos data e vamos visitar um lar de idosos. Preocupamo-nos em levar doces, frutas, guloseimas. E vamos distribuindo, de mão em mão, meio às pressas.

De outras vezes, deixamos de ir porque dizemos não ter dinheiro para comprar algo para levar. Como chegar de mãos vazias?

Nem pensamos que, para aquelas criaturas solitárias, quase sempre esquecidas pelos familiares, o mais importante é alguém se dar.

Isso significa segurar suas mãos, levar uma tesourinha e cortar suas unhas. Lixá-las. Colocar um esmaltezinho. Tomar de um pente e escova e fazer um penteado diferente.

Qual a mulher, de qualquer idade, que não gosta de se sentir bonita?

Amar o próximo é servi-lo onde se encontra, na circunstância que se apresente. Ceder o lugar no ônibus é sinal de urbanidade.

Mas, convidar o idoso, deficiente ou a mãe com o bebê ao colo a se sentar, com um sorriso nos lábios e uma frase sugestiva, como: Sente-se aqui. Ficará mais confortável – é amor ao próximo.

Isso nos recorda daquela sorveteria famosa, sempre lotada nos dias de calor.

Sorvete delicioso. Sabores variados. Clientela bem atendida.  mais>>...